Serviço Voluntário Europeu

MAGIC FOREST

Este projecto surgiu em virtude da Ilha da Madeira ter sido assolada recentemente quer por inundações e aluviões quer por incêndios, devastando o ambiente natural e paisagístico deste arquipélago, causando uma grande perda a nível de endemismos faunísticos e florísticos.

Visto na nossa ilha o ambiente ser um factor prioritário a vários níveis, sendo o económico e o turístico os mais relevantes, torna-se urgente a sua preservação, aplicando metodologias para um desenvolvimento ambiental sustentável, nomeadamente na área da educação ambiental,desde acções locais a regionais, sendo: desenvolvimento de actividades ambientais com a comunidade escolar do nosso município, envolvendo os alunos, pais, professores e pessoal não docente; centros comunitários e associações de solidariedade social, agregando a população jovem e em simultâneo a mais idosa e expandindo estas mesmas acções a nível regional em articulação com a Secretaria Regional do Ambiente e Recursos Naturais, que tutela as áreas do Ambiente, Agricultura e Florestas e Pescas, bem como o Parque Natural da Madeira, que abrange geograficamente todos os municípios da Região Autónoma da Madeira.

Uma grande percentagem dos turistas que nos visitam, fazem-no pelo facto do nosso clima e ambiente serem únicos no mundo, tendo temperaturas amenas onde o verde é constante em todo o ano, fazendo-se sentir diariamente as quatro estações. A beleza das flores, os exemplares das espécies endémicas, indígenas, exóticas, entre outros, o mar que nos envolve com as suas águas límpidas e transparentes, deixando o azul ser transparente, a floresta Laurissilva, galardoada recentemente como sendo uma das sete maravilhas naturais de Portugal e com as suas árvores da família das Lauraceae de grande porte e com copas abrangentes formando um manto verde entre a camada da Atmosfera e da Litosfera, onde a sua avifauna tão característica brinda-nos diariamente com os cânticos característicos de quem faz o quotidiano próximo desta beleza natural, faz-nos ser activos e intervenientes nesta matéria levando-nos a apresentar projectos de acção e intervenção nesta área tão fulcral para o turismo e economia em geral da Região Autónoma da Madeira.

Pretende-se com a implementação do projecto a nível do Serviço Voluntário Europeu, não só o descrito anteriormente mas também para que haja uma partilha de cultura, tradições, hábitos e maneiras de intervenção entre os jovens de cá e os abrangentes por este projecto. Aí espera-se implementar a tolerância, o respeito e a compreensão entre os jovens de outros países.

Por um lado, a grande procura de jovens europeus candidatos a realizar SVE na Associação, e por outro, a carência de experiências culturais significantes e significadoras de jovens com menos oportunidades, acompanhados pela Associação Crescer Sem Risco e o facto de celebrar-se o Ano Europeu do Voluntariado, verificam-se como fundamentos para o desenvolvimento deste projecto de SVE na Crescer Sem Risco.

Deste modo, pretendemos realizar um projecto que permita a mobilidade juvenil no espaço europeu e enquadrar, a mesma, num processo de participação activa relativamente à diversidade cultural dos voluntários e participantes.
Estes jovens irão ainda participar em diversas actividades baseadas em métodos de aprendizagem não formal, designadamente, através do desporto e actividades ao ar livre, que pretendem valorizar o património natural, cultural e artístico do Município de São Vicente e mesmo da região e fomentar a inclusão de jovens com menos oportunidades.

O Magic Forest é um projeto de voluntariado internacional na área ambiental, que foi desenvolvido no âmbito do Programa Juventude em Acção. Com a cooperação do Parque Ecológico do Funchal e do Parque Natural da Madeira e colaboração da Irina (Estónia) do Tomas (República Checa) e do Berat (Turquia) pretendeu-se consciencializar os jovens e a população em geral a importância de proteger e conservar a nossa natureza e combater as alterações climáticas que consequentemente espera-se que traduzam-se em mudanças sociais e culturais face ao meio ambiente.